Paroles de Prévert

jprev

Jacques Prévert (1900-1977), nascido em Neuilly-sur-Seine, foi um poeta, roteirista e letrista muito popular na França. Em 1925 participou do movimento surrealista ao lado de Marcel Duhamel, Raymond Queneau e Yves Tanguy e escreveu o roteiro de vários filmes considerados obras-primas do realismo francês – Hotel du Nord e Les Enfants du Paradis, entre eles. Sua primeira coletânea de poesias, “Paroles”, foi publicada em 1946.

O discurso sobre a paz

No final de um discurso extremamente importante
o grande homem de Estado, estrebuchante
com uma bela frase furada
fica hesitante
e desampara a bocarra escancarada
resfolegante
mostra os dentes
e a cárie dentária de seu raciocínio pacificante
deixa exposto o nervo da guerra
a delicada questão do montante.

Le discours sur la paix

Vers la fin d’un discours extrêmement important
le grand homme d’Etat trébuchant
sur une belle phrase creuse
tombe dedans
et désemparé la bouche grande ouverte
haletant
montre les dents
et la carie dentaire de ses pacifiques raisonnements
met à vif le nerf de la guerre
la délicate question d’argent.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s