O gigante mexicano

pedro IV

Único romance entre os dois únicos livros publicados pelo mexicano Juan Rulfo, Pedro Páramo foi lançado em 1955 sem grandes repercussões. Apesar do reconhecimento imediato dos críticos, dos 2 mil exemplares da primeira edição, apenas a metade foi vendida. A mesma estrutura intricada e inovadora da narrativa de Rulfo que afastou  inicialmente os leitores foi a responsável por, pouco tempo depois, consagrar o livro como um dos romances mais influentes da literatura hispano-americana. A história é contada numa mistura de primeira e terceira pessoas, alternando os personagens que falam em primeira pessoa. Não há capítulos, mas sim fragmentos que não seguem uma sequência temporal. São 123 páginas em uma linguagem direta e enxuta.

  

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s