O nada de Sêneca

Edvard-Munch

“Post mortem nihil est, ipsaque mors nihil”.

“Nada existe após a morte e a própria morte não é nada”.

Sêneca, “Trôade: coro do final do segundo ato” – citado em “Tratado sobre a Tolerância”, de Voltaire.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s