Cacá imortal

Foto: iG Gente

O cineasta Carlos José Fontes Diegues, o Cacá Diegues, tomou posse na última sexta-feira como novo imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). Um dos fundadores do Cinema Novo e diretor de filmes consagrados como “Tieta do Agreste”, “Quilombo”, “Bye Bye Brasil” e “Xica da Silva”, passa a ocupar a cadeira 7 da Academia, por onde passaram nomes como Euclides da Cunha, Afrânio Peixoto e Dinah Silveira de Queiroz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s