Celebrando Castro Alves

Tempo de lembrar de Antônio Frederico de Castro Alves (1847-1871), o “poeta dos escravos” Castro Alves, cuja morte aos 24 anos, em Salvador (BA), completa amanhã (6), 148 anos. Autor de clássicos como “Espumas Flutuantes” e “Hinos do Equador”, foi o mais célebre nome do período identificado pelos estudiosos como “terceira geração romântica”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s