Dez boas histórias em poucas páginas

Seleção de títulos com menos de 200 páginas “para quem quer conhecer uma boa história em poucas páginas”, publicada no blog da do grupo Companhia das Letras. Todos, claro, do catálogo de selos próprios.

-“Nossas Noites”, Kent Haruf

Um romance delicado sobre amar, envelhecer e aproveitar as segundas chances que a vida nos oferece – mesmo quando parece ser tarde demais.

-“Sobre a Tirania”, Timothy Snyder

Vinte lições do século XX para combater a tirania nos dias atuais.

-“A Noiva Jovem”, Alessandro Baricco

Em 160 páginas, o italiano Alessandro Baricco envolve o leitor numa atmosfera onírica e sensual. 

-“O Coronel Chabert”, Honoré de Balzac

Novela de 88 páginas, parte de “A Comédia Humana”.

-“Para Educar Crianças Feministas”, Chimamanda Ngozi Adichie

Manifesto para um mundo com mais igualdade e respeito.  

-“O Que é Fascismo? E Outros Ensaios”, George Orwell

Reúne em 160 páginas 24 ensaios publicados originalmente em diversos veículos da imprensa britânica, explorando assuntos como literatura, cinema, política e sociedade.

-“Agora e na Hora”, Heloisa Seixas

Poderoso embate de vida e morte entre um escritor e seu personagem. 

-“O Rei de Havana”, Pedro Juan Gutiérrez

Romance contundente do escritor cubano, a obra explora os limites da dignidade humana.

-“Mais de uma Luz”, Amós Oz

Reúne três ensaios sobre fanatismo, fé e convivência no século XXI.

-“Dicionário de Línguas Imaginárias”, Olavo Amaral

Uma jornada ao cerne do que nos torna humanos: a linguagem e seus limites.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s