Top ten da América Latina

Abaixo lista divulgada pelo portal Uol, com “10 clássicos da literatura latino-americana” produzidos fora do Brasil.

“Cem Anos de Solidão”, Gabriel Garcia Márquez

Narra a incrível e triste história da família Buendía e apresenta o maravilhoso universo da fictícia Macondo, onde se passa o romance. É lá que acompanhamos diversas gerações dessa família, assim como a ascensão e a queda do vilarejo.

“O Jogo da Amarelinha”, Julio Cortázar

Retrata um clima de rupturas e incertezas, em um antirromance em que elementos da nova cultura de massas e técnicas literárias experimentais de vanguarda convivem em perfeita harmonia. O resultado é um livro único, aberto a múltiplas leituras, repleto de humor, de riscos e de uma originalidade sem precedentes.

-“O Aleph”, Jorge Luis Borges

Reunião de 17 contos do escritor argentino. Na história que dá título ao livro, há um ponto no sótão de uma casa argentina de onde é possível ver todo o Universo, seu passado e futuro.

“A Cidade e os Cachorros”, Mario Vargas Llosa

O livro narra a rotina de jovens que vivem no Colégio Militar Leoncio Prado, em Lima, onde um violento código de conduta permeava o cotidiano dos cadetes.

“Correio do Tempo”, Mario Benedetti

Reúne relatos breves que mesclam ironia, delicadeza e profundidade. Os contos neste livro tratam dos mais diversos tipos de encontros e despedidas.

“Confesso que Vivi”, Pablo Neruda

Em sua obra autobiográfica, o poeta chileno narra desde as memórias de sua longínqua infância até o duro golpe que derrubou Salvador Allende do governo.

“A Vida Breve”, Juan Carlos Onetti

História de Juan María Brausen, obcecado pela retirada do seio de sua mulher e pelos gritos da sua vizinha prostituta. No decorrer desse relato inquietante há uma fusão de fato e fantasia.

“Os Detetives Selvagens”, Roberto Bolaño

Arturo Belano e Ulises Lima, dois poetas marginais, estão em uma investigação típica de romance policial e também estão numa busca atrás dos rastros de uma misteriosa poeta vanguardista que desapareceu no deserto de Sonora, no norte do México.

“O Livro dos Abraços”, Eduardo Galeano

Um livro bem curtinho, com histórias grandiosas. São histórias que vão de cinco linhas a duas páginas, repletas de encantamentos. Com reflexões, relatos e memórias, Galeano destrincha a cultura, mitos e lendas de povos da América do Sul.

“O Arco e a Lira”, Octavio Paz

Um livro para a compreensão da experiência poética e da poesia de todas as épocas e matizes, o livro é também um relato a um só tempo das possibilidades da linguagem e da imaginação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s