Jogando com a crise

Livraria da Vila, em SP. No time das que aparentemente não se renderam à crise

Pelas contas da Associação Nacional de Livrarias (ANL), o Brasil perdeu 20% de suas livrarias nos últimos quatro anos. Pelos dados da Fipe, entre as que restaram houve perda de 20% no faturamento no ano passado. Sem falar na situação de grandes redes varejistas como Cultura e Saraiva, ambas em recuperação judicial e com futuro incerto.

Os dados são citados por Maria Fernanda Rodrigues em matéria do final de semana no Estadão, que mostra, por outro lado, “como as pequenas livrarias estão conseguindo driblar a crise e sobreviver”. No movimento contrário, lembra da Travessa, que abre novas lojas (Lisboa e SP), da expansão da rede mineira Leitura e das Livrarias da Vila e Martins Fontes Paulista, sempre cheias.  

Matéria completa, para assinantes, no link https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,como-as-pequenas-livrarias-estao-conseguindo-driblar-a-crise-e-sobreviver,70002953201

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s