A bizarrice do prefeito

O melhor das charges que, juntamente com os depoimentos indignados, protestos, beijaços e milhares de compartilhamentos da imagem censurada, derão o tom do penúltimo dia da Bienal do Rio 2019, que se encerra neste domingo e foi marcada pela ordem do alcaide para recolher do evento uma HQ com uma imagem de um beijo entre dois homens.

Abaixo resumo da história rocambolesca, conforme o site G1.

Na noite de quinta-feira, o prefeito Marcelo Crivella anuncia que vai mandar recolher exemplares de “Vingadores, a Cruzada das Crianças” da Bienal do Livro; 

Bienal informa que não vai retirar livros e que dá “voz a todos os públicos”;

Na manhã de sexta-feira, todos os exemplares à venda na Bienal se esgotam em pouco mais de meia hora;

No mesmo dia, fiscais da prefeitura vão ao local para identificar e lacrar livros considerados “impróprios”;

Fiscalização não encontra conteúdo em “desacordo com a legislação”;

Bienal recorre à Justiça para garantir “pleno funcionamento do evento”;

Desembargador concede liminar;

OAB diz que prefeitura não tem poder para recolher livros;

Fiscais da Secretaria de Ordem Pública (Seop) da Prefeitura do Rio voltam à Bienal na tarde de ontem, após decisão judicial que permitia a apreensão de livros com temática LGBT voltada para o público infanto juvenil sem lacre e avisos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s