Google homenageia Drummond

Doodle em homenagem aos 117 anos de nascimento do poeta Carlos Drummond de Andrade, celebrados hoje, dia 31 de outubro. Doodle, conforme definição da Wikipedia, é um tipo de esboço ou desenho realizado ao acaso, quando uma pessoa está distraída ou ocupada. São desenhos simples que podem ter significado concreto de representação ou simplesmente representar formas abstratas.

Elena Ferrante lança novo romance na Itália

Divulgado o nome do novo livro da escritora italiana Elena Ferrante. “La Vita Bugiarda degli Adulti” será lançado na Itália no próximo dia 7 e é o primeiro romance inédito desde “A História da Menina Perdida”, quarto e último volume da série “A Amiga Genial”, lançado em 2014. Segundo informação da agência de notícias Ansa, Ferrante, cuja identidade é mantida em segredo, já vendeu 10 milhões de cópias dos seus livros ao redor do mundo.

Os essenciais de outubro

Livros recomendados pela equipe do ‘Aliás’, de O Estado de São Paulo, em outubro:

-“Sobre os Ossos dos Mortos’, Olga Tokarczuk – Todavia

A autora, polonesa, de 57 anos, foi a vencedora do Nobel deste ano e o livro chega às prateleiras no próximo dia 5.

-“Uma Jornada como Tantas”, Francisco J. C. Dantas -Alfaguara

Obra do escritor sergipano, descrito como um mestre da literatura. 

-“Um Cavalo Pálido’, Boris Sávinkov – Grua

Obra de 1909, do escritor russo admiriado por gente como Picasso e Blaise Cendrars.

-“Hannah Arendt e Martin Heidegger:Uma História de Amor”, Antonia Grunenberg – Perspectiva

Trata da identificação entre dois nomes cuja história se confunde com a do Século XX.

-“Inquietações em Dias de Insônia”, Leonardo Tonus – Nós

Versos que tratam, entre outros temas, do impacto na cultura provocado pelas turbulências políticas no Brasil

-“Minha Pátria Era um Caroço de Maçã”, Herta Müller -Biblioteca Azul

Nobel de 2009, a escritora romena faz um balanço de sua vida em conversa com a jornalista austríaca Angelika Klammer.

-“Columbine”, Dave Cullen – Darkside

Livro-reportagem sobre o massacre de 12 alunos e um professor da Columbine High School ocorrido em 20 de abril de 1999.

-“Café da Manhã dos Campeões”, Kurt Vonnegut – Intrínseca

Primeiro livro do escritor americano publicado depois do sucesso de “Matadouro 5”

-“Mundos Apocalípticos”, John Joseph Adams (org.) -Planeta

Reunião de contos de nomes como George R. R. Martin e Stephen King sobre o fim do mundo.  

-“A Ilha de Arturo”, Elsa Morante – Carambaia

Obra publicada em 1957 pela escritora italiana, mulher de Alberto Moravia e amiga, entre outros, de Pasolini e Natalia Ginzburg.

Chico novo nas prateleiras

Cinco anos depois do lançamento do seu último livro, “O Irmão Alemão”, em 2014, e do Prêmio Camões neste ano, Chico Buarque tem título novo na praça. No próximo dia 14 chega às prateleiras “Essa Gente”. O também cantor e compositor de clássicos da MPB, é autor de obras consagradas da dramaturgia brasileira como “Roda Viva” (1968), “Calabar” (1973), “Gota d’Água” (1975) e “Ópera do Malandro” (1979). Pela sua atual editora, a Companhia das Letras, lançou ainda “Estorvo” (1991), “Benjamim” (1995), “Budapeste” (2003) e “Leite Derramado” (2009).

Segundo a Companhia das Letras, em “Essa Gente”, “ao seu melhor estilo, Chico Buarque borra as fronteiras entre vida, imaginação, sonho e delírio, e constrói uma narrativa engenhosa, em cujas entrelinhas se descortinam as contradições de um país fraturado”.

Se é que isso existe

Pintura do húngaro László Mednyánszky (1852-1919)

„Essas coisas, você sabe. Parece que não consigo entrar em nada. Tudo travado. Todas as cartas tomadas. Eu não me ligo em política nem religião, nem seja lá o que for. Realmente não sei o que está acontecendo por aí. Não tenho TV, não leio jornais, nada disso. Não sei quem está certo ou errado, se é que isso existe.“

Do escritor e poeta beatnik Charles Bukowski (1920-1994)