Tokarczuk e Peter Handke levam Nobel de Literatura

Olga Tokarczuk em foto da Paris Review

Foi anunciado ontem (10/10) os vencedores do Nobel de Literatura dos anos de 2018 e 2019. Relativo ao ano passado – quando a premiação foi suspensa após uma série de denúncias e investigações envolvendo assédio sexual e vazamento de nome de premiados, venceu a favorita na bolsa de apostas: a escritora polonesa Olga Tokarczuk. A láurea de 2019 foi para o austríaco Peter Handke.

A romancista, ensaísta, roteirista e celebridade literária na Polônia, é autora, entre outros, de “Flights”, livro que a tornou conhecida mundialmente e lhe rendeu o Man Booker Prize no ano passado. No Brasil, a obra (atualmente esgotada) saiu pela editora Tinta Negra com o título “Os Vagantes”. Segundo matéria da Folha de SP, o livro deve ganhar nova edição, com o título de “Viagens”, pela Todavia.

Um pouco mais conhecido no Brasil, Handke é dramaturgo, romancista e roteirista. É comumente lembrado pela participação no roteiro do filme “Asas do Desejo”, dirigido por Wim Wenders, em 1987.

Na mesma matéria, a Folha publicou um ranking dos países mais laureados. A França lidera com 11 prêmios, seguida por EUA (9), Alemanha (8), Reino Unido (7) e Suécia (7). Em língua portuguesa, apenas Portugal (José Saramago, 1998) levou um prêmio e, na América Latina, somente Chile (2), México (2), Colômbia (1) e Peru (1) tiveram escritores premiados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s