Bishop sob ataque

Intensificou-se nos últimos dias o embate em torno da escolha da Flip para homenageada da edição do ano que vem: a poeta norte-americana Elizabeth Bishop. Além da opção por um nome estrangeiro, o evento vem sendo criticado pelo posicionamento (privado) da escritora – que morou no Brasil de 1951 a 71 – “simpática” ao governo militar. Parece haver mágoas também pela “visão ácida” da poeta sobre a cidade do Rio de Janeiro e também sobre a arte brasileira de modo geral.

Em função da polêmica, os organizadores da Flip publicaram comunicado onde, conforme o jornal Folha de SP, afirmam que “a campanha lançada contra a poeta nas redes sociais logo após o anúncio foi bastante expressiva e chamou nossa atenção e escuta. Estamos ouvindo as manifestações de todos e pensando em seu significado com a serenidade que essa questão merece”

Nos vídeos abaixo, o poema “A Arte de Perder” por Antonio Abujamra e, em sua versão original em inglês, por Miranda Otto. Partes, respectivamente, do programa “Provocações”, de 2011, e do filme “Flores Raras”, de Bruno Barreto, de 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s