O top ten da década, segundo crítica do “Guardian”

Abaixo “10 livros que impactaram a última década”, conforme seleção da crítica literária Alex Clark, do jornal britânico “The Guardian”, publicada aqui pela revistabula.com. A lista contempla um livro para cada ano, de 2010 a 2019. Parte deles, ainda sem tradução para o português.

 2010

“A Jogada do Século”, Michael Lewis

Longa crônica sobre como o colapso financeiro de 2008, inspirou o filme “A Grande Aposta”, com direção de Adam McKay.

2011

“Sapiens”, Yuval Noah Harari

A história da humanidade, do surgimento da espécie ao presente, questionando o relacionamento de fatos históricos com cenários do presente.

2012

“Garota Exemplar”, Gillian Flynn

História adaptada para o cinema em 2015, a obra tornou Flynn a mais aclamada escritora de suspense da atualidade.

2013

“A Girl Is a Half-Formed Thing”, Eimear McBride

História de uma jovem com seu irmão, depois que um tumor cerebral o deixa gravemente debilitado. Uma autora que, segundo o The Guardian, representa o talento dos novos escritores irlandeses.  

2014

“This Changes Everything: Capitalism vc. The Climate”, Naomi Klein

Autora de vários best-sellers, a jornalista mostra que é possível retardar os desastres climáticos quebrando as regras do capitalismo e recuperando as democracias.

2015

“Argonautas”, Maggie Nelson

Narrativa que atrela a experiência pessoal da autora a uma análise rigorosa do que importante teóricos disseram sobre sexualidade, gênero, casamento e educação infantil.

2016

“Outono”, Ali Smith

Uma história sobre envelhecimento, tempo e amor, assinada pela premiada autora, nascida na Escócia e vivendo na Inglaterra.

2017

“Por que eu não Converso mais com Pessoas Brancas sobre Raça”, Renni Eddo-Lodge

As frustrações da autora com a forma como as discussões sobre raça e racismo no Reino Unido estavam sendo lideradas por aqueles que não eram afetados pelo preconceito.  

2018

“Pessoas Normais”, Sally Rooney

A voz da geração millennial e fenômeno literário da década, segundo o The Guardian.

2019

“Girl, Woman, Other”, Bernardine Evaristo

Explora temas como feminismo, política, carreira, relacionamentos e sexualidade e garantiu à autora o “The Booker Prize for Fiction”, em 2019.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s