Mercado livreiro estima perdas de até 45% na Europa

Matéria assinada pelo escritor e editor Julio Silveira, do site PublishNews, dá um rápido panorama do mercado editorial na Europa em tempos de pandemia. Na França, ainda sob estado de emergência com uma série de restrições ao comércio, há previsões que indicam queda de 27% no faturamento das livrarias este ano e perda de 30% na receita total das editoras. Lá, a Amazon foi proibida de vender livros e se limitar a vender “produtos essenciais”, em respeito à saúde de seus trabalhadores locais.

Na Alemanha, após um mês fechadas, as livrarias estão sendo reabertas, mas as estimativas são de perdas de cerca de meio bilhão de euros no período que ficaram fechadas. Na Itália, traumatizada pelas perdas recordes de vida, as livrarias já podem reabrir, mas ainda há resistências. As livrarias da Letônia também foram reabertas parcialmente, mas varejistas falam em perdas de 45% no faturamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s