Viva Trevisan

Trevisan em foto do jornal Gazeta do Povo/PR

Considerado por muitos um dos três melhores contistas contemporâneos do Brasil – dois deles perdidos recentemente, Rubem Fonseca e Sérgio Sant’Ana -, Dalton Trevisan completa hoje 95 anos. Autor de mais de 40 livros, estreou na literatura em 1959 com a coletânea de contos “Novelas Nada Exemplares”. Reconhecido com os principais prêmios literários da língua portuguesa, publicou seu último livro inédito, “O Beijo na Nuca”, em 2014. Seu maior sucesso, porém, foi a reunião de 15 contos publicada originalmente em 1965, “O Vampiro de Curitiba”.

Para celebrar os 95 anos do escritor curitibano, a Ilustríssima, da Folha de SP, publicou nesse final de semana matéria especial onde aborda a obra, o experimentalismo e a atual rotina de homem recluso do escritor. Matéria na íntegra, para assinantes, pelo link https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2020/06/contista-maior-dalton-trevisan-o-vampiro-de-curitiba-chega-aos-95.shtml.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s