Shakespeare pede ajuda

Shelf mythology: 100 years of Paris bookshop Shakespeare and Company |  Books | The Guardian
Foto: The Guardian

Livraria histórica de Paris e ponto turístico da cidade, a Shakespeare and Company, segundo o noticiário, enviou recentemente aos clientes uma mensagem informando que estava enfrentando tempos difíceis e pedindo auxílio por meio da compra de livros para minimizar os impactos causados pelo lockdown na capital francesa, que ameaçam o futuro da casa. O apelo fez efeito e segundo divulgado pela imprensa, em uma semana a livraria teria recebido 5 mil pedidos de livros. Em outra frente, moradores da cidade se manifestaram com doações e com o compartilhamento de memórias relacionadas à livraria.

Shakespeare and Company é o nome de duas livrarias de Paris. A primeira foi aberta por Sylvia Beach em 1919 no número 8 da rua Dupuytren. Em 1922 a livraria foi transferida para o número 12 da rua do Odeão. Por muitos anos serviu de ponto de encontro de escritores como Ezra Pound, Hemingway, Joyce e Ford Madox Ford e fechou as portas em 1940 em razão da ocupação nazista da França. A segunda livraria foi aberta em 1951 por George Whitman na rua Bûcherie com o nome de Le Mistral. Em 1964 foi renomeada Shakespeare and Company em homenagem à livraria original de Sylvia Beach. Hoje, funciona como livraria, sebo e biblioteca de leitura. Fonte: Wikipedia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s