Imperdíveis para ouvir

Em matéria assinada por Mariana Felipe, a revistabula.com listou 15 audiolivros imperdíveis do catálogo da Auti Books, plataforma lançada recentemente no país pelas editoras Sextante, Record e Intrínseca, em união com a Bronze Ventures.

“O Quinze”, Rachel de Queiroz

“Reinações de Narizinho”, Monteiro Lobato

“Vidas Secas”, Graciliano Ramos

“1984”, George Orwell

“Antes do Baile Verde”, Lygia Fagundes Telles

“O Guia do Mochileiro das Galáxias”, Douglas Adams

“O Fascismo Eterno”, Umberto Eco

“Sapiens”, Yuval Noah Harari

“Um Coração Ardente”, Lygia Fagundes Telles

“Dias Perfeitos”, Rafael Montes

“A Sutil Arte de Ligar o F*da-se”, Mark Manson

“Ted Talks”, Chris Anderson

“Trópicos Utópicos”, Eduardo Gianetti

“O Sol na Cabeça”, Geovani Martins

“21 Lições para o Século 21”, Yuval Noah Harari

Audiolivros em alta

Com pouco mais de dois meses de operação no país, a sueca Storytel já disponibiliza um vasto catálogo de audiolivros em português, de biografias a ensaios, de autoajuda a clássicos da literatura mundial e nacional. Entre os destaques que acabam de ser disponibilizados está “A Senhora da Magia”, primeiro volume da saga “As Brumas de Avalon”, fenômeno mundial de vendas na década de 80, passado na lendária corte do Rei Arthur.

Sediada em Estocolmo, a Storytel foi fundada em 2005 e estreou no mercado brasileiro em setembro deste ano. Já é um dos maiores serviços de assinatura de audiolivros do mundo, dando acesso a mais de 200 mil títulos em escala global. Na estreia do serviço no Brasil, o campeão de audiência foi “O Assassinato no Expresso Oriente”, de Agatha Christie.

Audiolivros ganham espaço no país

Imagem: iconfinder.com

Matéria de “O Estado de SP” comenta a crescente movimentação do mercado de audiolivros no país. Segundo o jornal, a Ubook e a Tocalivros já vinham investindo na formação de catálogo desde 2014. Em meados do ano passado, o setor foi movimentado pela chegada dos players internacionais, inicialmente com o Google Play Livros. Neste ano de 2019 chegaram a canadense Kobo e, na semana passada, a sueca Storytel. A matéria cita ainda a Auti Books, plataforma criada pelas editoras Sextante, Record e Intrínseca, que soma 37 mil títulos comercializados em três meses de atividades. O próximo grande movimento esperado é a chegada da Audible, da Amazon, ao mercado local.

“As Brumas” em audiolivro

Conforme notícia do blog “Painel das Letras”, em nota assinada por Bruno Molinero, a saga em quatro volumes “As Brumas de Avalon”, best-seller dos anos 80 da norte-americana Marion Zimmer Bradley, vai ganhar versão em áudio no próximo mês de outubro. A novidade chega pela plataforma especializada em audiolivros Storytel, empresa de origem sueca que estreou na semana passada no mercado brasileiro. Para ter acesso ao conteúdo da plataforma, segundo o blog, é preciso pagar uma mensalidade de R$ 27,90. Ainda de acordo com o “Painel”, nos três primeiros dias de funcionamento, o título mais escutado foi “O Assassinato no Expresso Oriente”, de Agatha Christie.

Sobre o livro:

“Uma releitura monumental das lendas arturianas… Ler “As brumas de Avalon“é uma experiência profundamente tocante, e muitas vezes fantástica. Um resultado impressionante.”
THE NEW YORK TIMES BOOK REVIEW

“O enredo elaborado com maestria e a escrita maravilhosa de “As brumas de Avalon” jogam nova luz a antigos personagens, em especial Morgana das Fadas, Merlim, Lancelote e Gwenhwyfar. Um romance épico, com violência, ambição, lealdades dolorosas e feitiços assombrosos.”
PUBLISHERS WEEKLY