Atwood essencial

Atwood em foto da Newsweek

Autora de mais de 60 obras e premiada com alguns dos mais importantes prêmios literários da atualidade, a produção da canadense Margaret Atwood vai do romance à ficção científica, dos contos às histórias infantis. A escritora completa 80 anos no próximo dia 18 e para assinalar a data, a Veja publicou uma lista com cinco livros de ficção essenciais de Atwood, “para além de O Conto da Aia”, o romance distópico de 1985 que se tornou um fenômeno mundial de vendas.  

“Oryx e Crake”

“O Assassino Cego”

“Vulgo Grace”

“A Odisseia de Penélope”

“Dicas da Imensidão”

Dia de Raquel

A escritora em foto do Acervo Estadão

Dia de celebrar a escritora, cronista e tradutora Raquel de Queirós. Nascida em Fortaleza, em 1910, faleceu no Rio de Janeiro em 4 de novembro de 2003, vítima de problemas cardíacos, dias antes de completar 93 anos. Eleita para a Academia Brasileira de Letras em 1977, Raquel estreou em 1927, com o pseudônimo de Rita de Queirós. Em fins de 1930, publicou o romance “O Quinze”, alcançando, aos 20 anos de idade, projeção na vida literária do país. Segundo a ABL, publicou mais de duas mil crônicas, escreveu duas peças de teatro e traduziu cerca de 40 romances para o português. Abaixo a bibliografia da escritora.

“O Quinze” – 1930

-“João Miguel” – 1932

“Caminho de Pedra” – 1937

“As Três Marias” – 1939

“A Donzela e a Moura Torta” – 1948

“Lampião” (peça em cinco atos) – 1953

“A Beata Maria do Egito” (peça em três atos) – 1958

“100 crônicas escolhidas” -1958

“O Brasileiro Perplexo” – 1963

“O Caçador de Tatu” – 1967

“O Menino Mágico” – 1967

“Dora, Doralina” – 1975

“As Menininhas e Outras Crônicas” – 1976

“O Jogador de Sinuca e mais Historinhas” – 1980

“O Galo de Ouro” – 1985

“Cafute e Pena-de-Prata” (com ilustrações de Ziraldo) – 1986

“Memorial de Maria Moura” – 1992

“As Terras Ásperas” – 1993

“Teatro” 1995

“Tantos Anos” (com Maria José de Queiroz) – 1998

Google homenageia Drummond

Doodle em homenagem aos 117 anos de nascimento do poeta Carlos Drummond de Andrade, celebrados hoje, dia 31 de outubro. Doodle, conforme definição da Wikipedia, é um tipo de esboço ou desenho realizado ao acaso, quando uma pessoa está distraída ou ocupada. São desenhos simples que podem ter significado concreto de representação ou simplesmente representar formas abstratas.

Vinicius faz 106 anos

Soneto de separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Poema do também dramaturgo, jornalista, diplomata, cantor e compositor Vinicius de Moraes, que faria 106 anos hoje, 19/10.

Ziraldo inesquecível

Um dos principais artistas gráficos do país e autor de obras clássicas da nossa literatura infanto-juvenil, Ziraldo Alves Pinto, completa 87 anos no próximo dia 24. Nascido em Caratinga (MG) em 1932, Ziraldo iniciou sua carreira nos anos 50 e teve atuação destacada nos principais jornais e revistas do país. Caricaturista, chargista, jornalista, escritor, teatrólogo, cartazista e pintor, foi um dos fundadores de “O Pasquim” e lançou seu primeiro livro infantil (“Flicts”) em 1969. No ano passado, sofreu um AVC e chegou a ficar internado por cerca de um mês, no Rio de Janeiro. Abaixo seleção de “10 obras inesquecíveis do autor, feita pelo Estadão no ano passado por ocasião de seu aniversário de 86 anos.

“O Menino Maluquinho”

“Flicts”

“O Bichinho da Maçã”

“A Turma do Pererê”

“O Joelho Juvenal”

“O Planeta Lilás”

“O Menino da Lua”

“Meninas”

“Tantas Tias”

“A Fábula das Três Cores”