A estante do Estadão

Abaixo 10 livros considerados essenciais pelo caderno Aliás, de O Estado de SP, no mês de janeiro.

Iniciação à Estética, Ariano Suassuna – Nova Fronteira

Os Fantasmas Inquilinos, Daniel Jonas – Todavia

O Língua, Eromar Bomfim – Ateliê

O Império do Sentido, François Dosse – Unesp

Unquiet, Linn Ullmann – W. W Norton and Company

Anton Reiser: Um Romance Psicológico, Karl Philipp Moritz – Carambaia

Reflexão como Resistência, Vários – Companhia das Letras/Sesc

Guerracivilândia em mau Declínio, George Saunders – Antígona

O Relatório Brodeck, Manu Larcenet – Pipoca e Nanquim

Escritos Ficcionais, Karl Marx – Boitempo

Sobre política

Obra do esloveno Bostjan Jurecic/Saatchi Art

Para aqueles que querem debater de maneira mais embasada, o site homoliteratus.com listou sete títulos como sugestão.

Política – Aristóteles

“Uma boa forma para tentar entender a política e as origens do pensamento político advindo da Grécia antiga”.

Vigiar e Punir – Michel Foucault

“Publicado em 1975, analisa as instituições e entidades estatais (escola, hospital, prisão) e seus modus operandi”

Ensaio Sobre a Liberdade – John Stuart Mill

“Entender política, segundo o autor, é entender os limites da liberdade pessoal frente ao outro”.

A Arte da Guerra – Sun Tzu

“Dividido em treze partes, apresenta todas as áreas em que um estrategista deve pensar”.

As Origens do Totalitarismo – Hannah Arendt

“Para entender como grupos políticos totalitários podem chegar ao poder de forma brutal”.

18 de Brumário de Luís Bonaparte – Karl Marx

“A aplicação das principais teses do autor: materialismo histórico, luta de classes, revolução do proletariado”.

A Revolução dos Bichos – George Orwell

“A revolução dos animais contra os humanos numa granja e seus desdobramentos”.

Para vencer a bárbarie

Literatura pode ser um antídoto para quase qualquer mal. Dessa vez, a recomendação para quem quer aprender a lidar com políticos intolerantes é ler a obra de Voltaire. A receita para recuperar a sáude da atmosfera pública globalmente contaminada é do professor emérito da Universidade de Harvard, Robert Darnton, em artigo publicado originalmente no The New York Times e republicado aqui pela Folha (íntegra no link https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2019/01/para-lidar-com-politicos-intolerantes-inspire-se-em-voltaire.shtml para assinantes).

Para quem, como o filósofo francês do Século XVIII, acredita na vitória da civilidade sobre a bárbarie, fica a dica.

Seleção 2018

Os melhores lançamentos do mercado editorial brasileiro em 2018, segundo críticos e jornalistas do Estadão:

Entre as Mãos, Juliana Leite – Record

O Sol na Cabeça, Geovani Martins – Companhia das Letras

O Romance Luminoso, Mario Levrero – Companhia das Letras

Luto, Eduardo Halfon – Mundaréu

Contos Completos, Caio Fernando Abreu – Companhia das Letras

Juca Paranhos, o Barão do Rio Branco, Luís Cláudio Villafañe G. Santos – Companhia das Letras

O Coração Pronto para o Roubo, Manuel Antonio Pina – Editora 34

Os Contos, Lygia Fagundes Telles – Companhia das Letras

Eufrates, André de Leones – José Olympio

O Pai da Menina Morta, Tiago Ferro – Todavia

Baratas, Scholastique Mukasonga – Nós

Dostoievski na Rua do Ouvidor, Bruno Gomide – Edusp

Chão de Peixes, Lúcia Hiratsuka – Pequena Zahar

Maior que o Mundo, Reinaldo Moraes – Alfaguara

O Espírito dos Meus Pais Continua a Subir na Chuva, Patricio Pron – Todavia

A Única História, Julian Barnes – Rocco

Coral e Outros Poemas, Sophia de Mello Breyner Andresen – Companhia das Letras

A Revolução dos Bichos, Odyr – Quadrinhos na Cia.

Ayako, Osamu Tezuka – Veneta

Uma Irmã, Bastien Vivès – Nemo

Antonio Candido 100 Anos, Maria Augusta Fonseca e Roberto Schwarz (Org.) – Editora 34

Fantástico Brasileiro – O Insólito Literário do Romantismo ao Fantasismo, Bruno Anselmi Matangrano e Enéias Tavares – Arte & Letra

A Acusação, Bandi – Biblioteca Azul

A Quinta Estação, N. K. Jemisin – Morro Branco

Canção de Ninar, Leila Silmani – Tusquets

A Chuva Imóvel, Campos de Carvalho – Autêntica

Fractais Tropicais, Nelson de Oliveira – Sesi-SP

A Face Serena, Maria Valéria Rezende – Penalux

Semente de Bruxa, Margaret Atwood – Morro Branco

Justiça Ancilar, Ann Leckie – Aleph

O Corpo Descoberto, Eliane Robert – Cepe

Dê livros

 

Lançamentos e reedições para o Natal, para o Amigo Oculto, para qualquer momento.

FICÇÃO

-“O Sol é Para Todos”, Harper Lee – José Olympio

Reedição de um clássico sobre empatia e tolerância.

“Ironias do Tempo”, Luis Fernando Verissimo – Objetiva

Nova antologia de crônicas do consagrado escritor e criador de personagens memoráveis como Ed Mort, a Velhinha de Taubaté e o Analista de Bagé.

“O Ano do Dilúvio”, Margaret Atwood – Rocco

Segundo de uma trilogia que começa com “Oryx e Crake” e se encerra com “MaddAddão”.   

NÃO-FICÇÃO

“21 Lições para o Século 21”, Yuval Noah Harari – Companhia dasLetras

Novo (e recomendadíssimo) livro do historiador israelense explora as grandes questões do presente.

“O Rio de Clarice: Passeio Afetivo pela Cidade”, Teresa Montero – Autêntica

Guia que conduz o leitor por sete caminhos “claricianos” revelando um Rio onde a escritora viveu durante 28 anos.   

“Breves Respostas para Grandes Questões”, Stephen Hawking – Intrínseca

Lançamento póstumo do mais célebre astrofísico do Século XX, falecido em março deste ano.

BIOGRAFIAS

-“Raspútin – Fé, Poder e o Declínio dos Romanov”, Douglas Smith – Companhia das Letras

A biografia definitiva da figura mais misteriosa e controversa da Rússia, segundo o The Washington Post.

“Agatha Christie: Uma Biografia”, Janet Morgan – Record

Única biografia autorizada da escritora que marcou a literatura policial e se tornou uma das autoras mais vendidas do mundo.

“Vira-lata de Raça”, Ney Matogrosso e Ramon Mello Nunes – Tordesilhas

Marcos da trajetória pessoal e profissional de um dos mais conhecidos artistas do país. Traz cerca de 70 fotografias PB e dois cadernos de fotos coloridos, além de anexo com toda a discografia do cantor.

POESIA

-“Poemas”, T. S. Eliot – Companhia das Letras

O conjunto de poesia completa publicada em livro e em edições independentes lançadas em vida de um dos nomes centrais do modernismo

-“O Vento da Noite”, Emily Brontë – Record

Único livro no país que reúne exclusivamente a poesia de Emily Brontë, autora de “O Morro dos Ventos Uivantes”, traz 33 poemas da escritora.

-“Ariel”, Sylvia Plath – Verus

Edição restaurada e bilíngue, com manuscritos originais dos poemas de uma dos principais nomes da literatura norte-americana.

INFANTOJUVENIL

“O Quebra-Nozes”, E.T. Hoffmann/Alexandre Dumas – Zahar

A edição da Zahar traz as duas versões da genial história de E. T. A. Hoffmann, a do autor do conto e a versão do francês Alexandre Dumas.

“Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos”, Jacob e Wilhelm Grimm – Editora 34

Reúne em um único volume a totalidade das narrativas coletadas na tradição oral e popular alemã pelos dois irmãos.  

“MMMMM – Mônica e Menino Maluquinho na Montanha Mágica”, Ziraldo e Mauricio de Souza – Melhoramentos

O encontro de dois dos mais talentosos autores e ilustradores do país.