Cézanne e Zola

Já em cartaz no país “Cézanne e Eu”, filme dirigido por Danièle Thompson, estruturado a partir da troca de cartas entre o pintor pós-impressionista e o autor do clássico Germinal (1885), registrada no livro “Lettres Croisées” (Cartas Cruzadas). Publicada em 2016 pela editora francesa Gallimard, a obra traz a correspondência mantida entre os dois mestres, de 1858 a 1887, somando 115 cartas.

Em breve nos cinemas

Fato inédito desde seu lançamento em 1902 e até então para muitos um feito improvável, dada as características do livro, “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, está sendo adaptado para o cinema. A empreitada é do cineasta português, Miguel Gomes e já tem roteiro, escrito em colaboração com Mariana Ricardo, Telmo Churro e Maureen Fazendeiro, entre 2016 e 2017. Pelo menos parte das filmagens devem acontecer a partir do ano que vem, segundo o diretor, na região de Canudos, no interior da Bahia.

Clarice vai, de novo, ao cinema

Duas novas obras de Clarice Lispector (1920-1977) devem chegar às telas dos cinemas em 2020. “Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres” chega adaptado para filme com direção de Marcela Lordy e roteiro da diretora em parceria com a argentina Josefina Trotta. Também para o ano que vem, está prevista a estreia da adaptação de “A Paixão Segundo G.H”, assinada pelo diretor Luiz Fernando Carvalho. O primeiro filme terá a atriz Simone Spoladore no papel de Lóri. Já “A Paixão” tem como protagonista Maria Fernanda Cândido. Obras de Clarice, como “A Hora da Estrela” e os contos “Estrela Nua” e “O Corpo” já haviam sido levadas às telas em 1985 e 1991.

Livro e Cinema

Mais uma lista. Dessa vez com “15 filmes para quem gosta de literatura”. Foi publicada pelo Estadão, em 2017.

“O Escritor Fantasma”, Adam Lang – 2010

“Meia-Noite em Paris”, Woody Allen – 2011

“As Horas”, Stephen Daldry – 2002

“Providence”, Alain Resnais – 1977

“Shakespeare Apaixanado”, John Madden – 1999

“Capote”, Bennet Miller – 2006

“As Palavras”, Brian Klugman e Lee Sternthal – 2012

“Minhas Tardes com Margueritte”, Jean Becker – 2010

“Encontrando Forrester”, Gus Van Sant – 2000

 –“Louca Obsessão”, Rob Reiner – 1990

“Mais Estranho que a Ficção”, Marc Forster – 2007

“A Garota do Livro”, Marya Cohn – 2016

“Os Irmãos Grimm”, Terry Gilliam – 2005

“Miss Potter”, Chris Noonan – 2006

“Em Busca da Terra do Nunca”, Marc Forster – 2004

King além do “Cemitério”

No rastro do lançamento da nova versão para o cinema da obra de Stephen King (trailer abaixo), a jornalista Maria Confort, do manualdohomemmoderno.com.br, listou dez títulos do escritor “que você precisa ler” além de “Cemitério Maldito”.

“O Cemitério”

“A Coisa”

“Misery”

“O Iluminado”

“Quatro Estações”

“Escuridão Total sem Estrelas”

“Carrie”

“Belas Adormecidas”

“Sob a Redoma”  

“A Torre Negra”