Os 10 mais da semana

Saga 'Crepúsculo' ganha um novo livro: 'Sol da Meia-Noite' - A Crítica de  Campo Grande Mobile

Abaixo, a lista dos 10 livros de Ficção mais vendidos no país no período de 5 a 11 de outubro, conforme o site publishnews.com.br.

1-“Sol da Meia Noite”, Stephenie Meyer – Intrínseca

2-“O Homem de Giz”, C. J. Tudor – Intrínseca

3-“A Garota do Lago”, Charlie Donlea – Faro Editorial

4-“O Fim em Doses Homeopáticas”, Igor Pires – Globo Alt

5-“Mitologia Nórdica”, Neil Gaiman – Intrínseca

6-“Stranger Things: Raízes do Mal”, Gwenda Bond – Intrínseca

7-“A Irmã do Sol”, Lucinda Riley – Arqueiro

8-“A Vida Mentirosa dos Adultos”, Elena Ferrante – Intrínseca

9-“A Revolução dos Bichos”, George Orwell – Companhia das Letras

10-“O Crepúsculo e a Aurora”, Ken Follet – Arqueiro

Os melhores do mestre

Para celebrar os 70 anos do escritor Stephen King, completados no último dia 21, o Estadão publicou uma seleção do “10 melhores livros” do autor. Confira:  

10 – “Torre Negra – Volume IV”

9 – “Quatro Estações”

8 – “Zona Morta”

7 – “A Espera de um Milagre”

6 – “Novembro de 66”

5 – “Misery”

4 – “Salem”

3 – “O Iluminado”

2 – “A Coisa”

1 – “A Dança da Morte”

Mais dicas do Estadão

Nova seleção de 10 livros recomendados pela Aliás, do Estadão, para se ter na estante. A lista tem de ensaios à obra inédita em português da poeta argentina Alfonsina Storni, de autores clássicos contemporâneos como Vonnegut à escritora brasileira Giovana Madaloso.

“Imagem Apesar de Tudo”, Georges Didi-Huberman – Editora 34

“O Encanto de Narciso”, Boris Kossoy – Ateliê Editorial

“Crises da Democracia”, Adam Przeworski – Hahar

“Uma Terra Feita Réfem”, Roger Scruton – É Realizações

“Narciso em Férias”, Caetano Veloso – Companhia das Letras

“Rosa & Rónai”, Paulo Rónai – Bazar do Tempo

“Sou uma Selva de Raízes Vivas”, Alfonsina Storni – Iluminuras

“Uma Breve História das Mentiras Fascistas”, Federico Finchelstein – Autêntica

“Piano Mecânico”, Kurt Vonnegut – Intrínseca

“Suíte Tóquio”, Giovana Madaloso – Todavia

Dicas do Estadão

Abaixo, dez obras selecionadas pela equipe do Aliás, do Estadão, entre aquelas publicadas recentemente, para incluir na estante.

“A Marca do Editor”, Roberto Calasso – Âyiné

“O Avesso da Pele”, Jeferson Tenório – Companhia das Letras

“Sarrasine”, Honoré de Balzac – Iluminaras

“Um Apartamento em Urano”, Paul B. Preciado – Zahar

“A Razão Africana”, Muryatan S. Barbosa – Todavia

“Regresso a Casa”, José Luís Peixoto – Dublinense

“Hackeando Darwin”, Jamie Metzl – Faro

“A  Profecia”, David Seltzer – Pipoca & Nanquim

“A Única Mulher”, Marie Benedict – Planeta

“Ingleses no Brasil: Relatos de Viagem, 1526-1608”, Sheila Hue e Vivien K. Lessa de Sá (Org.) – Chão

Kubrick e os livros

Literatura e cinema mantêm desde sempre laços estreitos, mas nas mãos do diretor Stanley Kubrick os livros sempre renderam filmes memoráveis como mostra a seleção de 10 deles publicada pelo listasliterarias.com.

“Laranja Mecânica”, Anthony Burgess

“2001: Uma Odisseia no Espaço”, do Conto “A Sentinela”, Arthur C. Clarke

“Lolita”, Vladimir Nabokov

“Glória Feita de Sangue”, “Paths of Glory”, Humphrey Cobb

“O Grande Golpe”, “Clean Break”, Lionel White

“Spartacus”, Howard Fast

“Dr. Fantástico”, “Red Alert”, Peter George

“O Iluminado”, Stephen King

“Nascido para Matar”, “The Short-Timers”, Gustav Hasford

“De Olhos Bem Fechados”, “Breve Romance de um Sonho”, Arthur Schnitzler